O meu presente especial…

21 dez

Por Pat Guanais

Comadres e Compadres queridos,

 

O presente é mesmo divino.

Não o presente que está embaixo da árvore de Natal, ou aquele que no fundo desejamos receber de alguém especial.

Falo do presente que recebemos todos os dias, a cada hora, a cada minuto, a cada segundo de nossa existência. Aquele que a gente mal lembra. Aquele que ignoramos ao abrir os olhos e ao tomar o nosso café da manhã, muitas vezes apressado.

Ele chega de mansinho, acaricia a nossa pele a cada amanhecer e traz consigo todas a possibilidades. Entretanto insistimos em ignorá-lo. Nesse mundo a mil por hora nosso pensamento não quer se atrasar e com isso está sempre à frente, bem à frente, muito longe daqui, namorando a Dona ansiedade.

Enquanto dobro os vestidinhos frescos e os biquínis coloridos para as tão esperadas férias de final de ano na Bahia, me pego ignorando esse companheiro tão fiel, tão presente. Enquanto insisto em não me render à ele, não exito em responder aos chamados daquela “Dona” e já começo a me preocupar com os 3 dias em solo e as 10 horas de vôo que me separam do calor da minha terra.

Mas se Papai Noel existe mesmo (esperança é a última que se vai, não é?) este ano queria pedir um presente especial.

Queria pedir o presente de presente. Ou melhor, a habilidade de vivê-lo mais plenamente, de estar mais com ele e menos com essa “Dona” que me atormenta com tanta freqüência. Queria receber, em um pacote bem lindo, a leveza de existir um dia de cada vez. Queria aprender a apreciar cada segundo com menos pressa. Respirar mais profundamente e de fato sentir nos pulmões as cores que respiro. Sentir na pele o sabor do vento. Sentir na mente que todos os dias chegam com infinitas possibilidades e que não existe um mapa a seguir, por que o caminho é dinâmico e se reconstrói a cada manhã.

Será muito para o Bom Velhinho? Sem expectativas. Ao contrário do que costumamos dizer já nessa época, o ano ainda não acabou e antes de comer o peru na ceia natalina e estourar o Champagne no primeiro segundo de 2012 ainda temos muitos presentes a receber. E viver.

Portanto para vocês meus queridos amigos eu desejo o aqui e o agora, nesse exato momento.

Pare, respire, pense na benção que é simplesmente existir. Sentir. Amar.

Felizes Festas!

Pat Guanais

Festinha brasileira pra gringo curtir!

8 dez

por Pat Guanais

No sábado passado comemoramos em estilo bem brasileiro os 4 anos da nossa pequena.

 A cada festinha de aniversário em que ela foi ao longo deste ano nos deixava bem claro que queria também ter a dela. Nada mais justo, né? O tema escolhido? Cinderela, claro…

Com alguma antecedência fui sondando espaços infantis onde pudesse realizar a tão esperada comemoração. Aqui, como no Brasil,  são inúmeras as possibilidades: academias de ginástica, escolas de Ballet, museus, salões de beleza infantis, todos oferecem espaço para eventos infantis. A grande diferença é o número de crianças permitido no evento, em geral bem mais reduzido do que o que estamos acostumados no nosso país. Os preços entretanto são bem parecidos, e em geral bem salgados.

Mas o que eu realmente estava desejando era fazer uma festinha com muito amor e simplicidade para a minha filha e se possível no nosso estilo bem brasileiro. Queria liberdade para convidar os amiguinhos dela e também os seus pais, sem muita preocupação com o tamanho da festa. Queria oferecer as nossas guloseimas, a nossa música, o nosso calor! Sendo assim, parti para fazer a festinha no salão de festas do nosso condomínio.

Na parte brasileira do cardápio oferecemos coxinhas de frango, risoles de palmito, pão de queijo, peta (ou avoador, como falamos no nordeste), brigadeiro, beijinhos de coco, e até guaraná Antarctica!

Na parte gringa incluímos cookies de chocolate (Chocolate chip cookies), Cupcakes, mini-quiches, pipoca, tirinhas de queijo (cheese sticks), limonada cor de rosa, suco de maçã e mini cenouras.

O Pequeno Cidadão, Toquinho, Adriana Partimpim e Palavra Cantada também estiveram presentes na trilha oficial da festa, entre outras pérolas da nossa música.

O nosso bom e conhecido “rasga-saco” (pelo menos é assim que a gente chama na Bahia!) foi adaptado para uma versão mais latina – a piñata! A nossa, claro de Cinderella.

Para a produção da festa contamos apenas com o papai, a mamãe aqui, e a Laurita, uma baiana querida que nos quebra o galho vez em quando!

Saldo da farra? Filhota feliz, papai e mamãe exaustos e uma alegria sem preço…

Tem coisa melhor nessa vida? 😉

Dicas:

Brigadeiros Brasileiros

Chica Bom Bom

http://www.chicabombom.com/

Salgadinhos Brasileiros

European Foods

http://www.theeuropeanfoods.com/The_European_Foods/Home.html

 Cupcakes

Georgetown Cupcakes

http://www.georgetowncupcake.com/

(Dica especial – os pedidos podem ser feitos online para entrega ou pick up na loja. Melhor forma de evitar a grande e constante fila na porta!)

 Decoração

Party City

http://www.partycity.com/product/cinderella+party+supplies.do?sortby=ourPicks&pp=60&size=all&navSet=169767

 Target

http://www.target.com/

Zoolights

27 nov

por Pat Guanais

Pequenas luzes de LED replicando formas de animais e de ornamentos festivos prometem transformar em breve o National Zoo em um espaço de pura magia, deslumbramento e muita diversão!

O evento chamado Zoolights teve início no dia 25 de novembro e acontecerá de sexta à domingo até o dia 11 de dezembro. A partir do dia 16 de dezembro até o dia 1 de janeiro o evento acontecerá diariamente (com exceção do dia 24 de dezembro).

Este ano o evento trará algumas novidades, entre elas um rink de patinação no gelo, sem gelo! É isso mesmo! O rink é feito com um material sintético, segundo eles, ecologicamente correto, e que permite que as lâminas dos ice skates deslizem suavemente como no gelo de verdade. Esse gelo plástico high-tech é confeccionado com um material acrílico reciclado e não-tóxico. Vale a pena conferir!

Também grupos escolares de todas as idades e de todas as partes do país estarão se apresentando no Live and in concert! As performances acontecerão todas as noites do evento, em três palcos diferentes e prometem deliciar os participantes com bandas de jazz, corais e muito mais.

Para apreciar com conforto o show de luzes ainda será possível pegar uma carona no Trackless Train (ou trem sem trilhos).

A entrada para o evento é gratuita.

No iceless skating rink será cobrada uma taxa de U$5,00 por meia hora de patinação.

O aluguel dos skates custará U$2,00 (mas também será possível trazer o seu, caso o tenha).

Uma volta no Trackless Train custará U$ 3,00.

Para maiores informações acessem o site do National Zoo.

Arte na caixola

18 nov
Há uns 3 anos, durante uma visita a Pirenópolis, fui surpreendida por um evento cultural que acontecia na Praça do Coreto. Havia o anúncio de um espetáculo de teatro de bonecos, mas o coreto estava ocupado por umas caixas pretas enormes cobertas por tecidos, não havia um palco e nada daquela parafernália que se espera encontrar em um tradicional espetáculo teatral. Certifiquei-me se ali realmente haveria uma apresentação, me  pediram para aguardar.
 
Até hoje consigo lembrar da sensação de receio e depois surpresa que tive ao colocar pela primeira vez a cabeça dentro das caixas das Caixeiras
  
 

“De Outro Jeito” é o novo espetáculo infantil do grupo As Caixeiras – Cia de Bonecas que se inspirou no livro infantil de Stephen Michael King “O Homem que Amava Caixas”.

A peça conta a história de um homem apaixonado por caixas e por seu filho que tem dificuldade de expressar o amor que sente pelo menino de maneira convencional. Para expressar seus sentimentos o pai cria para o filho diferentes brinquedos e situações com as caixas que ele trabalha. Castelos, dragões, carros, animais são algumas das invenções que o homem cria para seu filho brincar e sentir o amor que sente por ele. Para o pai as caixas são a representação do amor que sente pelo filho. Já para o menino alem do amor, as caixas são a possibilidade de vivenciar sua meninice por meio de sua imaginação e criatividade.

O espetáculo utiliza o teatro de bonecos e de atores para contar essa bela história que nos faz refletir sobre a importância do afeto, da criatividade e da ludicidade em nossas relações.

Nesta montagem As Caixeiras apostam novamente na parceria entre grupos teatrais de Brasília com intuito de dialogar e fazer intercâmbio do processo construtivo e criativo dos grupos envolvidos. A direção é do ator e diretor Marco Augusto, da Cia Voar Teatro de Bonecos que tem um trabalho sólido com pesquisa no teatro de bonecos e na criação de espetáculos infantis. A música, criada para o espetáculo e executada ao vivo, tem autoria do músico, ator e diretor Geraldo Toledo da Cia Articum.

Ficha Técnica
Direção: Marco Augusto
Atrizes: Manipuladoras: Amara Hurtado e Jirlene Pascoal
Músico: Geraldo Toledo
Coreografia: Juliana Drummond
Bonecos e objetos de Cena: Marco augusto e Wesley Barbosa
Luz: Gilderlei Meneses

Programação:

Data: 19 e 20 de novembro
Local: Escola Parque da 304 norte
Hora: 17h
Ingressos R$ 10,00 e 5,00

Data: 26 e 27 de novembro
Local: Espaço Cultural Bagagem – Gama
Entrada Franca

Comidinhas gostosas e saudáveis

16 nov

Meninas queridas da minha vida, estive meio off internet nos últimos dias (filhos e marido de recesso em casa), por isso o blog ficou sem atualização. Mas hoje estou de volta e com a corda toda!

A amiga Caísa, atriz, dona de casa prendada e vegetariana daquelas que adoram fazer experiências gastronômicas, está oferecendo um cursinho de culinária bem legal, especialmente para as adeptas das comidinhas integrais, orgânicas, biodinâmicas.

O curso é para 06 pessoas (lotação máxima da minha cozinha) e tem duração de 6h.
O cardápio contará com pratos salgados, molhos, cremes e pastas à base de castanhas e grãos, doces e tortas.  

– Pratos salgados:

tortas de batatas com tofú e cogumelos frescos

bolinhos, bifinho e croquetes de legumes e oleaginosas

Tortas e suflês de legumes

Frigideira de repolho com coco fresco

Tomate, pimentão e berinjela recheada

Feijoada, strogonoff e lasanha vegetariana

Envelopinho de alga nori.

 – Pastas, cremes e molhos de salada. 

– Doces e tortas

Bolo de banana com aveia e quinoa

Sobremesas vivas

Torta de frutas vermelhas com massa de granola

Bolo de festa de cacau com coco

Tortas e mouses com Agar-agar. 

Obs: Levem vasilhas para trazerem para casa um pouco das delícias que serão feitas!

Beijos

Definição de filho, segundo Saramago

12 nov

“Filho é um ser que nos emprestaram para um curso intensivo de como amar alguém além de nós mesmos, de como mudar nossos piores defeitos para darmos os melhores exemplos e de aprendermos a ter coragem. Isto mesmo ! Ser pai ou mãe é o maior ato de coragem que alguém pode ter, porque é se expor a todo tipo de dor, principalmente da incerteza de estar agindo corretamente e do medo de perder algo tão amado. Perder? Como? Não é nosso, recordam-se? Foi apenas um empréstimo”. 

José Saramago Genérico

 

Chica Bom Bom

10 nov

por Pat Guanais

Memórias e delícias da nossa infância agora em DC!

Ela é uma graça. Conquistou o coração do Derek e agora promete conquistar os Washingtonians de vezpelo estômago! 

A Érica Lima é uma paulistana doce, leve e divertida. Dessas de sorriso fácil e que no primeiro contato nos dá a impressão de uma pessoa mais do que de bem com a vida! 

E com esse espírito acabou de montar o seu próprio negócio, o Chica Bom Bom,  em parceria com uma amiga, a Bruna, onde a estrela das vendas é o nosso bom e velho – e claro, delicioso – conhecido, o Brigadeiro!

 

 

A inovação está nos sabores. Além do tradicional brigadeiro de chocolate ao leite, elas ainda oferecem as versões com chocolate meio amargo (chocolate Belga), com amendoim (pé de moleque), branco e beijinhos de coco. Tudo em caixas graciosas, perfeitas para presentear e derreter os corações dos gringos e brasileiros saudosos. 

Não deixem de visitar aqui o site dessas brasileirinhas inovadoras. É dar água na boca!  

%d blogueiros gostam disto: