Arquivo | Turismo RSS feed for this section

Zoolights

27 nov

por Pat Guanais

Pequenas luzes de LED replicando formas de animais e de ornamentos festivos prometem transformar em breve o National Zoo em um espaço de pura magia, deslumbramento e muita diversão!

O evento chamado Zoolights teve início no dia 25 de novembro e acontecerá de sexta à domingo até o dia 11 de dezembro. A partir do dia 16 de dezembro até o dia 1 de janeiro o evento acontecerá diariamente (com exceção do dia 24 de dezembro).

Este ano o evento trará algumas novidades, entre elas um rink de patinação no gelo, sem gelo! É isso mesmo! O rink é feito com um material sintético, segundo eles, ecologicamente correto, e que permite que as lâminas dos ice skates deslizem suavemente como no gelo de verdade. Esse gelo plástico high-tech é confeccionado com um material acrílico reciclado e não-tóxico. Vale a pena conferir!

Também grupos escolares de todas as idades e de todas as partes do país estarão se apresentando no Live and in concert! As performances acontecerão todas as noites do evento, em três palcos diferentes e prometem deliciar os participantes com bandas de jazz, corais e muito mais.

Para apreciar com conforto o show de luzes ainda será possível pegar uma carona no Trackless Train (ou trem sem trilhos).

A entrada para o evento é gratuita.

No iceless skating rink será cobrada uma taxa de U$5,00 por meia hora de patinação.

O aluguel dos skates custará U$2,00 (mas também será possível trazer o seu, caso o tenha).

Uma volta no Trackless Train custará U$ 3,00.

Para maiores informações acessem o site do National Zoo.

Anúncios

Fofurices Baianas

24 out

por Pat Guanais

Comadres e compadres queridos,

Antes de mais nada quero dizer que estou absolutamente AMANDO a participação de vocês nessa promoção mais do que demais do Lascomadres! 

Sempre amei fotografar. Desde cedo pegava as câmeras do meu pai e me imaginava fotógrafa. Me divertia mais com essa fantasia do que com brincar de casinha ou de Barbie. O tempo passou e nunca cheguei nem perto de me tornar uma Annie Leibovitz ou um Aristides Alves. Tudo bem. Meu olhar continua atraído pelas lentes das câmeras e seduzido pelas belas imagens com que me deparo. E aqui é que entram vocês e o registro maravilhoso com os seus pequenos! Percebo o cuidado na escolha das roupas, do cenário,  e ao mesmo tempo a espontaneidade de cada momento eternizado, a felicidade e o orgulho de cada um de vocês!
Lindo demais!
Viajei na emoção!

Agora voltando ao que queria compartilhar….
A temporada de férias na Bahia acabou já fazem algumas semanas. A saudade já é companheira diária e a minha filha não fala em outra coisa a não ser voltar para Salvador no final do ano. Filha de peixes baianos é isso, não é mesmo?

Mas além da praia, da programação cultural e dos passeios turísticos, “o dia livre para compras” é parte fundamental de qualquer temporada na capital baiana. A minha dica é, para quem gosta de produtos da terra e artesanato com um toque mais do que especial, ir ao Ceasinha no bairro do Rio Vermelho.
São 154 boxes que vendem desde frutas, legumes, comidinhas típicas (e não tão típicas!) e produtos agropecuários, até peixes e aves exóticas, ervas e santos, roupas com estilo, livros de arte, mimos infantis e produtos especiais para a produção de uma refeição japonesa completa. E não pára por aí!

Minha bagagem sempre volta cheia! Doce de banana enrolado na palha, geléia de cacau, castanha, cocada, bolsinhas de palha, além das novidades que SEMPRE encontro a cada ida lá.
Pelo menos duas lojas são paradas obrigatórias para mim! Anotem aí:  

Toque de Vó Xepa
A lojinha é um encanto e a Elaine uma simpatia. Nos faz voltar à infância instantaneamente com joguinhos, fantasias e mil fofurices todas feitas à mão! Fátima, a minha pequena, ganhou da vovó Simone um livro de pano com todos os acessórios (incluindo a cola para tecido) para criar a sua própria história. A embalagem dos mimos segue o clima de “feira” – sacola de papelão arrematada com um pregador de roupas de madeira com o nome da loja!

 

Não é demais isso? E de dentro sai um dedoche…que é uma borboleta!
 

Fafá garantiu uma lembrança da terrinha...

 

Oropa França e Bahia 
 O cartão de visitas já diz tudo: Bolsa. Roupa. Quadro. Escultura. Fotografia. Livros e discos de baianos e abaianados. Tudo com arte. Cotidiano com arte. 

A expressão, criada por Mário de Andrade no seu Macunaíma, serviu para designar o mundo inteiro. Ao criar a loja as donas Gal Assemany, a atriz Rita Assemany e a escritora, dramaturga e diretora de teatro Aninha Franco quiseram expandir os horizontes do tradicional artesanato baiano incluindo na sua tenda, diga-se de passagem pra lá de transada, mimos de artesãos de outras regiões do país. Um show em cada detalhe!

Tentação – uma do lado da outra!

Na próxima ida à Salvador não deixem de visitar a Ceasinha e curtir as surpresas que escondem os seus corredores! 

 Centro de Abastecimento do Rio Vermelho – Ceasinha 

Av. Juracy Magalhães Júnior, 1624 – Rio Vermelho

Salvador – Bahia

Tel: (71) 3116-0498 

Toque de Vó Xepa – Loja 55

Tel: (71) 8854-1803

toquedevoxepa@gmail.com

 Oropa França e Bahia – Loja 60

oropafrancaebahia@yahoo.com.br

Domingo legal!

1 ago

Domingo de céu limpo e radiante, crianças cheias de saúde e o papai junto da gente (ele estava fora há 6 dias), nosso dia foi perfeito!

Para vocês, as dicas dos lugares onde estivemos.

Café da manhã na La Boulangerie, da 306 sul. O pão é o melhor da cidade, sem sombra de dúvida!

Nos fundos da loja tem umas mesinhas mais reservadas, elas dão vista para um gramadão, perfeito para as crianças correrem e brincarem a vontade.

De barriga cheia, saímos para fazer um momento turista, no mirante da Torre de TV e na Praça das Fontes.  A visita vale pelo visual que enxergamos do alto da Torre. O estacionamento, a calçada, o pilotis, a entrada dos elevadores, tá tudo muito abandonado, com um aspecto péssimo. Será que o povo da Secretaria de Turismo não poderia providenciar uma faxina na Torre?! Uma boa limpeza já melhoraria muito a sitação!

Vi alguns turistas passeando por lá e pensei: Esse povo deve ficar decepcionado quando chega aqui. Além do estado de abandono, não há ninguém para dar uma informação, nenhum folder, nem um simples painel. Lamentável!

Já a Praça das Fontes está bem bonitinha. Os jardins estão cuidados e existem seguranças vigiando a área. A dança das águas ao som de Tim Maia deixou o Andrezinho amarradão!

Dias assim mereceriam ter 28h de duração…

Lugar de criança é mesmo no Museu!

14 jul

por Pat Guanais

Depois de escrever aqui sobre a nossa visita ao Museu da Criança em Baltimore, fiquei curiosa sobre a existência de espaços semelhantes mundo afora, e principalmente no Brasil.

 A primeira surpresa veio da minha querida terra natal: Salvador.

 O Museu da Criança nasceu em outubro de 2000, concretizando o sonho da brasileira, filha de pais americanos, Susan Murray de criar um espaço divertido, seguro e acolhedor, onde crianças pudessem interagir livremente realizando uma rica troca sociocultural.

 Ainda não tive a chance de conhecer o For the children – Museum and Library da Bahia, mas já está na agenda para a próxima temporada.

A jornalista Katja Polisseni, que escreve o Blog Descobertas com Davi (http://descobertascomdavi.blogspot.com) esteve no espaço e descreveu lindamente o trabalho da Susan. Reproduzo aqui parte do seu texto para que vocês comadres conheçam um pouco dessa pérola dedicada aos pequenos na minha saudosa Salvador!

 Há 10 anos a pedagoga Susan Murray realizou um sonho, fundou o Museu For the Children (Museu da Criança), localizado em uma simpática casa, com muito verde e espaços lúdicos, no bairro de Patamares, em Salvador(…)

 (…) Susan, apesar do sotaque e da aparência, faz questão de destacar que é brasileiríssima. Filha de norte-americanos, nasceu no final da segunda guerra em Manaus (AM). Com seis semanas de vida, os pais, um médico e uma enfermeira, voltaram para os Estados Unidos. Foi criada no Sul de seu país. Segundo ela, não tinha lugar pior, tanto em razão do machismo como em razão do sexismo. “Eu, como mulher e filha de médico não podia fazer o que todas faziam, recorda”.

 Aos 21 anos, quando concluiu a faculdade, para realizar o sonho de vir ao Brasil, inscreveu-se num programa em que jovens norte-americanos vinham atuar junto a comunidades carentes do interior do Brasil. Foi para o Rio Grande do Norte. “Enquanto todos estavam deslumbrados por pisar em solo brasileiro, desci do avião e me senti em casa”, recorda.

Após voltar para o País onde nasceu, acabou vindo para a Bahia, onde montou o projeto de seus sonhos. “Nos Estados Unidos, toda criança tem um espaço onde pode ir para brincar com os pais. Pensei em fazer algo semelhante”, revela.

A proposta do espaço é garantir cultura e divertimento a crianças de diferentes classes sociais, raças e cores, promovendo seu enriquecimento sociocultural. Assim, a criançada pode interagir com brinquedos como uma cama d’água, no jardim uma bacia “didática” com objetos que flutuam ou que bóiam, imagens na parede que ensinam o que é ilusão de ótica, a réplica de uma venda do interior com comidinhas, frutas e verduras, um fóssil de dinossauro (réplica) no quintal, entre outros que a criançada vai descobrindo.

Além de visitas de escolas públicas e particulares, o espaço está aberto para aniversários (mas deixa claro que não é um buffet infantil) e encontros.

Vale a pena conferir e conversar com esta sonhadora que é a Susan. Aliás, ela está tocando também um projeto social – “Museu Móvel” que leva ao interior um pouco do Museu da Criança. “Comecei a conhecer o Brasil pelo interior e é a minha paixão”, conta.

Como resultado da minha busca por Museus Infantis mundo afora me deparei com uns sites legais que compartilho aqui com vocês!

 Aguardo mais dicas das comadres viajadas!!!!

 USA

 Washington,DC:

http://www.ncm.museum/home

 Bethesda,MD:

http://www.playseum.com/index.html

 Pittsburg, PA:

http://www.pittsburghkids.org/Templates/CMP_ExhibitsMenu.aspx?CID=78&SECID=5&MENUID=50

 Manhattan, NY:

http://www.cmom.org/

 Brooklyn, NY:

http://www.brooklynkids.org/

 Boston, MA:

http://www.bostonkids.org/

Brasil

Salvador, BA:

http://www.forthechildrenmuseu.org/12.html

Camaçari, BA:

http://www.cidadedosaber.org.br/wp/projetos/

 São Paulo, SP:

http://www.cataventocultural.org.br/listainst.asp#

Mi Buenos Aires Querida 3

11 jun

Os playgrounds dos parques públicos de Buenos Aires são dignos de serem copiados pelas autoridades brasilienses. Bem cuidados, limpos e alguns oferecem brinquedos em moldes modernos. 

Durante os dias em que estive por lá, chuveu e o céu ficou cinza a maior parte do tempo. Não consegui captar fotos tão vibrantes, como eu gostaria. Mas ainda assim, valeram como registro.

Parque público na pracinha do Cementerio de La Recoleta

 

O parquinho do Shopping Paseo Alcorta é super legal! (Aliás, foi o único shopping onde vi área kids)

 

Mi Buenos Aires Querida 2

5 jun

A loja da Barbie é parte imprescindível no roteiro das brasileirinhas que visitam BsAs. Além de roupas, sapatos e bijuterias, as meninas irão vibrar se tiverem a chance de desfrutar o pequeno café que fica no interior da loja e comer um super cupcake cor de rosa. 

Sente só o charme.

O carro da dona da loja...

Salão de beleza da Barbie

Balcão de doces do café

Entrada para o salão de festas da Barbie (quando estive na loja estava fechado!)

Serviço:

Barbie Store

Scalabrini Ortiz, 3170 – Palermo

%d blogueiros gostam disto: