Vôo solo

20 set

por Pat Guanais 

Os pais que carregam os filhotes na malinha sabem bem o desafio que algumas horas de vôo representam.

Os mais ousados – por desejo ou necessidade – sabem ainda melhor o jogo de cintura que é preciso para tornar longas horas dentro de um avião algo mais divertido e menos estressante para toda a família.

Essa foi a primeira vez em quatro anos que viajei sozinha com minha pequena. Sempre tenho o luxo de ter o maridão como parceiro de viagem, mas dessa vez não foi possível. Decidi enfrentar o meu bom e velho medinho de imitar passarinho e com coragem segui rumo à minha terrinha.

Dois vôos e um total de 13 horas no ar passaram bem melhor do que eu podia imaginar! Mas acredito que certos confortos garantiram o sucesso desse meu primeiro vôo – quase – solo.

O trabalho do meu marido requer muitas, infinitas, intermináveis viagens de campo pela América Latina. Ele é apaixonado pelo que faz e ama viajar, mas para nós é sempre custosa a semaninha sem ele. A conseqüência boa desses tempos sem o papai são as milhas que ele acumula! Milhas que podemos compartilhar com a família e também viajar com conforto. Dessa vez viemos, eu e Fafi, de “Business” pela United Air Lines para o Brasil. Tenho que admitir: com criança é uma delícia!!! Olhem só…

Ao entrar no avião a pequena foi logo seguindo adiante para a boa e velha conhecida “Classe Econômica”, até que eu precisei chamá-la para se acomodar no seu novo acento. Sucesso total! Foi engraçado ver a animação dela com as cadeiras gigantes, a TV de tela plana dando ares de cinema privado e claro a bolsinha cheia de novidades: escova e pasta de dentes, meias, tapa-olho, tampões de ouvido, hidratante e não sei mais lá o que.

Uma vez devidamente instaladas, com cinto de segurança especial para a pequena e tudo o mais, eu decidi ir logo ao toilette e me preparar para a partida. Na volta tive uma crise de riso! Encontrei a minha filha, sentadinha, comportada, com o tapa-olho na cabeça, as meias ao redor do pescoço e pasmem, escovando os dentes com pasta e tudo! A excitação era tanta que a fofa mal pode esperar para usar tudo o que estava disponível e ao seu alcance.

A viagem seguiu tranqüila e ao aterrissar em São Paulo tivemos um tempinho para um chocolatinho quente com pãozinho de queijo…ah, chegamos ao Brasil!

Pequenas providências que tornaram a viagem mais tranqüila:

CARES™ Child Aviation Safety Restraint Essa é a marca do cinto de segurança que providenciamos para o vôo. Como estava sozinha e queria ficar tranqüila para dormir mesmo em períodos de turbulência, resolvi investir nessa compra. Achei bacana e recomendo;

 

Antes da viagem fizemos a solicitação para alimentação infantil. Eles serviram no jantar franguinho empanado com purê de batatas e de sobremesa compotinha de maçã. Muitas companhias aéreas oferecem essa possibilidade em vôos internacionais não só na primeira classe e na executiva, mas também na econômica. Algumas opções incluem comida vegetariana (lacto-vegetariana e ovo-lacto-vegetariana), Kosher e Halal, além das opções infantis;

Também providenciei uma malinha fofíssima a Trunki Trixie by Melissa & Doug. Nela uma mudinha de roupas, lenço umedecido, escova e pasta de dentes (obviamente desnecessários!), brinquedos e livros.

E para mim Rescue Remedy,  um Floral de Bach para tranqüilizar o medinho de ser passarinho por algumas horas!

Além dessas providências extras é preciso não se esquecer da parte legal da viagem (legal significando toda a documentação necessária!). Como viajei sozinha precisei providenciar uma autorização de viagem desacompanhada de um ou ambos os pais para sair do país com a pequena. A documentação é necessária somente para a saída do Brasil com crianças, o que acho justíssimo. Estranhei não precisar mostrar essa documentação na saída dos EUA sozinha com minha filha.

No exterior, essa autorização é emitida nos consulados Brasileiros. É importante já chegar ao consulado com o formulário devidamente preenchido (o mesmo pode ser impresso através do site do consulado no país de residência no exterior) e com cópias das documentações solicitadas.

3 Respostas to “Vôo solo”

  1. Juliana 20/09/2011 às 14:48 #

    Como são gostosas as histórias dessa moça que foi quase pro outro lado do mundo…rs… Boa estada no Brasil! Curta bastante!!!

  2. patriciaguanais 20/09/2011 às 16:30 #

    Oi Ju!

    Pois é, filho dá trabalho, mas é também diversão garantida!
    Esses pequenos vêm com cada uma…
    Mas aguarde que tem mais viu?! Visitinha a Dona Canô e inclusão do “Oxente” no vocabulário!
    Estamos curtindo muitíssimo….já começo a sentir o friozinho na barriga por conta da volta….ê saudade companheira….
    Beijocas

    Pat

  3. patriciaguanais 20/09/2011 às 16:32 #

    Por sinal comadres e compadres, tô achando que cometi um errozinho de português aí no texto…..rs
    Tem professor por ai?
    Acento não né? Acho que o certo é assento (o de avião) não é mesmo?
    Mil perdões pela gafe….
    beijos
    Pat Guanais

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: