Let it snow…

31 jan

Esperar a primeira neve da estação é algo como esperar a primeira chuva em Brasília depois de um longo período de seca. Acontece todo ano, mas mesmo assim a primeira nevasca da temporada provoca grande excitação em todos, não importando se já vivenciaram outros invernos ou se acabaram de chegar dos trópicos. A magia é sempre geral e coletiva.

Os snowsuits saem imediatamente dos armários, assim como as botas emborrachadas e os sliders (uma espécie de prancha de plástico para deslizar na neve, em geral morro abaixo), uma farra imperdível para adultos e crianças.

Mas a verdade é que a neve não traz apenas diversão. Depois da primeira nevasca as seguintes chegam com algumas inconveniências. Recentemente tivemos uma que nem foi considerada das piores por aqui, mas foi suficiente para danificar a rede elétrica do bairro e nos deixar quase três dias sem energia. Ficamos sem luz, sem aquecimento, sem água quente. No momento em que a energia se foi, a tarde chegava ao fim e a neve caia lá fora. Mágico de fato. Silêncio e pausa dentro de casa. A minha pequena dormia e por alguns minutos apenas curti ver a neve caindo lá fora.

 Ao final do segundo dia algumas preocupações – a geladeira cheia de comida já estava quase em temperatura ambiente, banho já não era mais algo atrativo e o frio dentro de casa já chegava aos dez graus Celcius. Algumas medidas básicas, e não tão criativas, foram sendo tomadas: panelas de água fervendo no fogão para aquecer o ambiente e possibilitar o banho de gato da família. Mas e as comidas da geladeira?

Com a minha mentalidade tropical pensei: vou ao mercado comprar gelo e colocar dentro da geladeira e do freezer. Resolvido. Fui ao mercado e para minha surpresa o mesmo também tinha sido afetado pelo problema elétrico. Estava funcionando apenas com geradores e só disponibilizando mercadorias que não dependessem de refrigeração.

 Contei minha questão para um dos funcionários, que me olhou um pouco perplexo, sem entender o meu problema. Ele me falou o óbvio, mas o óbvio me pareceu tão bobo que achei que ele estava mesmo era curtindo com a minha cara! “Por que a senhora não ensaca um pouco de neve e coloca na sua geladeira?”. E com isso fui embora.

 Chegando em casa frustrada sem o gelo e com a idéia da neve ensacada martelando minhas idéias, resolvi agir. Fui pegando a neve que se acumulou nas jardineiras da minha sacada, coloquei em ziplocs e enchi o freezer. Depois vendo as jardineiras vazias e o frio lá fora pensei: “Se não posso esfriar a geladeira, trago a geladeira para o frio!”. E assim foi. Depois percebi que não fui a única no prédio a ter a mesma idéia, e me dei conta de que o que considerei criativo deve ser na verdade bastante comum por aqui. 

Com bom humor e criatividade….pode nevar!!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: