Canguru Gin

27 ago

Essa semana minha amiga atleta, Ana Luiza Couto, trouxe uma super novidade para as mamães malhadoras, o Canguru Gin. Ana foi personagem em uma matéria publicada no Correio Braziliense, vejam aí…

Fonte: Correio Braziliense

Elásticos e carrinhos de bebê são alguns “aparelhos” fundamentais para a prática do canguru gin: atividade ajuda a aproximar ainda mais mãe e filho

Até o carrinho vira aparelho
Nova modalidade permite que a mãe se exercite com o bebê. Atividade ajuda a perder peso e torna a criança mais sociável.

Muitas mães sofrem com o dilema de sentirem a necessidade de se exercitar — seja para fortalecer a musculatura ou perder quilinhos remanescentes da gravidez — e não terem com quem deixar o filho. Para solucionar a questão, a educadora física Andressa Mariz trouxe dos Estados Unidos exercícios que permitem fortalecer os laços maternos e o corpo de uma só vez. Batizado de Canguru Gin, a atividade abrange bebês a partir de seis semanas.

“Soube da novidade por uma amiga que mora nos EUA e fui conferir. O programa foi criado por uma mãe, em 2001, que queria voltar a praticar atividade física, mas não queria deixar o filho em casa”, explica Andressa. “Ela começou sozinha e aos poucos foi agregando mais mães. Me apaixonei pelo programa e decidi trazê-lo para Brasília”, conta.

Quem pensa que a atividade é moleza se engana. Elásticos substituem alteres, as mães fazem caminhadas alternadas com corridas empurrando o carrinho de bebê, abdominais e trabalho muscular. “No começo fiquei um pouco receosa, achando que seria light, mas me surpreendi. Os exercícios são puxados e o vínculo com a criança é o melhor. Era complicado deixar o Davi (1 ano e 11 meses) em casa para ir malhar”, ressalta a fisioterapeuta Adriana Mariz, que tem suado a camisa com o filho para perder os últimos quatro quilos que ganhou na gravidez.

Antiestresse
Assim como Lisa Druxsman — a criadora do programa nos EUA —, Ana Luiza Couto do Nascimento, 33 anos, mãe de primeira viagem da pequena Joana Xavier, de cinco meses, queria voltar a se exercitar, mas não queria deixar a filha em casa. A advogada, que sempre praticou atividade física, notou que tinha ficado bastante ansiosa e estressada após o nascimento de Joana e, por orientação do obstetra, decidiu voltar à ativa. “Estava com metabolismo ruim e o médico recomendou a prática de atividade física. Na mesma época, soube do Canguru Gin e resolvi experimentar. Adorei. Comecei a fazer há um mês e já percebi melhora no meu humor, na minha disposição e na minha força”, revela Ana Luiza.

As educadoras físicas Kelma Almeida Lucci — mãe de Letícia, de 1 ano e 7 meses — e Rossana Gonçalves — mãe de Luis Fernando Marizi, 10 meses — resolveram experimentar a aula e aprovaram. “A Letícia é demais. Não fica dentro do carrinho de jeito nenhum, mas ficou durante toda a aula. Gostei do Canguru Gin porque permite o contato das mães com as crianças o tempo todo. É divertido”, avalia Kelma. “É bacana para o convívio social das crianças. Ele é o primeiro filho, primeiro neto, primeiro sobrinho. Convive muito com adultos. O bom do Canguru é que posso me cuidar, mas sem deixá-lo de lado”, completa Rossana.

Como fazer
Andressa ensinou dois exercícios que podem ser feitos em casa. Cada um tem a duração de 40 segundos
e pode ser repetido três ou mais vezes intercaladas. Não deixe de se alongar antes da atividade.

Abdominal

Deitada em um colchão com os joelhos flexionados, coloque a criança na barriga segurando-a e faça abdominais por 40 segundos. Se quiser variar, como Tatiana e Ana Luisa, ainda na mesma posição, coloque a criança sentada na canela segurando sua barriga e a levante levemente com as pernas e depois desça. A criança deve estar mais firme para este tipo de exercício.

Avanço


Como Ana Luiza Couto, segure o carrinho com as duas mãos, empurre-o e dê um passo para a frente flexionando o joelho da perna que avançou. Em seguida, traga a outra perna para a frente. Repita o movimento durante 40 segundos.

Saiba mais
A ideia de aliar a atividade física à presença do filho pequeno na prática surgiu em 2001, com a norte-americana Lisa Druxsman — autora do livro Lean Mommy (Mamãe Magra) — e tem se espalhado pelo mundo. As aulas em Brasília variam entre R$ 200 (duas vezes por semana) e R$ 250 (três vezes por semana) mensais.

Contato da professora Andressa: 8428 6173

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: