Desabafo

1 ago

Nasci em Brasília e cresci sendo levada pelos meus pais pra brincar no Parquinho Ana Lídia, o famoso Parque do Foguete. Lembro-me que o parque era razoavelmente bem cuidado e limpo. Recentemente, com muita alegria, desejei reeditar as cenas da minha infância levando meus filhos pra brincar no mesmo parque. A experiência foi terrível.

A situação do lugar estava lamentável. Mesmo após ficar interditado por 11 meses ao longo de 2009 para uma reforma. Na época do fechamento, a Administração de Brasília disse que levaria engenheiros, arquitetos e paisagistas para que fizessem uma avaliação técnica do parque. Depois lançaram como solução a criação de uma parceria público-privada para realizar investimentos no parque. A parceria não saiu, a Administração do Parque passou uma mãozinha de tinta em alguns brinquedos,  consertou outros que estavam despencando e reabriram o Parque, na véspera do Dia das Crianças, em 2009.

Hoje, o parque continua largado, maltrado e sem infraestrutura decente para as crianças. A limpeza deixa a desejar, a grama ( quando existe ) está esturricada, cheia de cupinzeiros e formigueiros. Os brinquedos estão gastos, sujos, a lanchonete continua inoperante e os banheiros continuam absolutamente infrequentáveis.

Há várias semanas tenho visto caminhões pipa parados aguando as flores nos balões. Daí eu me pergunto, o que é prioridade para a Novacap e para a Administração de Brasília no que diz respeito às áreas de lazer e o verde da nossa cidade? As flores dos balões do Plano Piloto ( os famosos jardins do Roriz )? Não há dúvida de que os jardins existem pra embelezar o projeto urbanístico da Capital, mas as áreas verdes  e os parques das superquadras não mereceriam o mesmo cuidado?

Os parquinhos das quadras do Plano Piloto, estão completamente abandonados. O Parque Ana Lídia, remendado. O Planetário, fechado. É decepcionante sair com as crianças e encontrar os poucos espaços públicos que deveriam ser destinados a elas na cidade, em estado tão lamentável.

Enfim, o que cabe a nós fazermos pelas poucas atrações da nossa cidade? Cobrar, gente! Existe um serviço do GDF destinado a isso, a Central de Atendimento ao cidadão – 156. Vamos ligar, denunciar e cobrar pelos serviços que precisamos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: